Revendedora de Bijuterias – Melhores, Dicas

Buscar uma renda extra é uma tática adotada por cada vez mais pessoas e ser revendedora de bijuterias é uma boa oportunidade para isso. A revenda de bijuterias pode ser feita em vários lugares: na escola, no trabalho, no curso, na vizinhança e até mesmo no transporte público que se pega todos os dias. Entretanto, para obter sucesso é preciso seguir algumas dicas importantes.

A hora de comprar o produto para revenda

Em primeiro lugar, é necessário lembrar-se de separar um capital inicial para compras as bijuterias que serão revendidas. Depois, é preciso escolher muito bem onde serão compradas a bijuterias para revender. A melhor opção é comprar diretamente da fábrica. Agindo assim, é possível conseguir um bom desconto.

Revendedora de Bijuterias

Escolha o melhor fornecedor

Ter um bom fornecedor é essencial: lugares que vendem peças com acabamento mal feito, frágeis demais e com aplicações que soltam com facilidade representam prejuízo e falta de respeito com o consumidor e isso vai respingar na imagem da revendedora. Por isso, encontrar uma fábrica que forneça produtos de qualidade é um ponto que não deve ser menosprezado.

Persistência para formar a freguesia

Persistência é uma palavra chave. Muitas pessoas desistem de revender bijuteria antes mesmo de formar um catálogo de clientes e isso é um erro. Pode, sim, demorar um tempo para formar uma freguesia, mas vale a pena a paciência.

Ter um cartão ou forma de contato à mão para emergências

É possível que, travando contato com alguém no ônibus, por exemplo, essa pessoa se interesse nas bijuterias que são revendidas. Em situações como essa, ter um cartão ou mesmo papéis com o telefone anotado faz a diferença. Também é possível pedir aos comerciantes para deixar cartões nos estabelecimentos.

Revender para outros vendedores

Uma opção também rentável é comprar as bijuterias por um bom preço e revender para outras pessoas que também atuem com a venda de bijuterias. Dessa forma, amplia-se o leque de possibilidades de compradores. Caso não se consiga vender algumas peças, pode-se apelar para colegas que precisem repor o mostruário.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe um Comentário